Mensagens

Transição capilar - Os meus cabelos sofreram bullying!

Como partilhei aqui, fiz alisamento durante vários anos e há cerca de sete meses decidi deixar de o fazer, motivada por uma maior aceitação de quem sou e, consequentemente, a procura por uma vida mais autêntica e feliz.

Fazer a transição capilar tem exigido paciência e dedicação diária para retirar a química e recuperar o ondulado natural do meu cabelo. Mas tem valido a pena. A cada dia que passa gosto mais dele, porque procuro, em vez de tentar domá-lo, aceitá-lo.

Não fosse este processo de transição capilar e auto-aceitação desafiante o suficiente, hoje, os meus cabelos sofreram bullying!

Fui pela primeira vez ao cabeleireiro, depois de ter decidido não fazer mais alisamento. Por conveniência, fui também pela primeira vez aquele cabeleireiro em que questão (e provavelmente a última).

Objetivo: cortar as pontas espigadas.

A menina que me atendeu perguntou o que eu pretendia fazer, ao que respondi que era apenas cortar as pontas, pois tinha deixado de fazer alisamento e, como o cabelo…

Como é que eu me tornei na minha prioridade

Os meus 3 restaurantes vegetarianos favoritos em Lisboa

6 dicas para aplicar o mindfullness no dia-a-dia

Será que estou mesmo a caminhar para uma vida mais feliz?

Obrigada por estes dois anos!

6 mudanças que alteraram a minha vida em 2017

Queres oferecer um novo presente neste natal?

Resoluções de novo ano: estás a aproveitar o caminho?

O que eu penso sobre a Lei da Atração

O lado perverso da felicidade digital

Sofres do síndrome de ermita do amor?

10 blogs portugueses que também falam sobre felicidade